CICLO DO CARBONO NEUTRO

A madeira é considerada energia solar armazenada, sendo os seus componentes: água, luz solar e dióxido de carbono.

Durante a queima, a madeira só liberta a quantidade de dióxido de carbono que esta extraiu do ar enquanto ser vivo, recuperando-o quimicamente enquanto árvore. Contudo é indiferente se a madeira apodrece na floresta ou é queimada.

A libertação de dióxido de carbono será sempre a mesma. Durante o seu período de vida ou durante o processo de queima.

O dióxido de carbono libertado durante o processo de combustão é absorvido posteriormente pelas restantes árvores, criando assim um ciclo natural de absorção de dióxido de carbono, isto é, carbono neutro.

A queima de madeira é ecologicamente responsável, uma vez que na generalidade dos países europeus tem-se verificado um aumento considerável do material lenhoso proveniente da produção florestal, que se estima ser em média 40% superior ao consumo de lenha.